Seguro-Defeso com mais de 3 meses atrasado, pescadores de Barão de Melgaço sofrem com isso.

Atraso do seguro-defeso em Mato Grosso

 

Imagem de Agora MT

Barão de Melgaço uma cidade localizada a 100 Km da capital do Mato Grosso Cuiabá, com extensão de 11.183 km²  com aproximadamente 8 mil abitantes segundo dados do IBGE.
No dia 31 de Dezembro de 1943 a vila de Melgaço passou-se a denominar-se Chacororé, devido a lagoa do mesmo nome, e no dia 30 de setembro de 1948 alterou novamente a denominação para Barão de Melgaço, o município foi criado em 12 de Dezembro de 1953 desde então a sua principal atividade econômica é devidamente a pesca, aproximadamente 1350 pescadores profissionais com carteira, Barão de Melgaço é uma cidade muito conhecida por possuir bastante patrimônios históricos, também é encontrado em Barão a maior diversidade de espécies de fauna e flora, uma cidade construída às margens do Rio Cuiabá, Barão de Melgaço uma cidade além de ser rica em fauna e flora e na biodiversidade é também conhecida por habitar nela um povo muito hospitaleiro, um povo da terra, um povo que tem origem, que tem histórias desde quando foi iniciada a primeira casa construída na cidade, na data de hoje os pescadores que geram praticamente quase 100% da economia da cidade.

Os pescadores da cidade sofrem com o atraso do seguro-defeso que deveria ser pago no primeiro mês do início da piracema, pois já faz mais de três meses que deu início a Piracema e nenhum pescador recebeu o seu seguro defeso, pois isso causa um caos total na cidade.
Além da cidade de Barão de Melgaço outra cidade onde tem pescadores profissionais também sofre com o atraso desse pagamento do seguro-defeso, mas Barão de Melgaço é uma das únicas cidades do Mato Grosso que depende praticamente 100% da Pesca e no período da piracema pescadores dependem desse salário de seguro-defeso para comprar comida.

Ademir/pescador

O entrevistado o senhor Ademil mais conhecido popularmente como Gire diz que; “Esse ano aqui foi uma fase muito complicada, porque além de fechar a pescaria muito cedo com um mês antecipado, nós estamos mais de 3 meses sem receber seguro,  então aí o pessoal tá passando muito necessidade, mas quero ver o que que tá acontecendo com isso aí”. Jornal pergunta ao Senhor Ademil se com esse atraso do salário defeso tem alguma dificuldades em casa?alguma dificuldade financeira?  Sr. Ademil responde:
– Pois é com esse atraso desse seguro-desemprego a gente já vem passando apertado, pois temos família, temos crianças que depende da gente, e a gente depende desse dinheiro para comprar as coisas para comer, com certeza estamos já passando por dificuldades, eu e praticamente a cidade toda. Eu quero fazer um apelo para os governantes ou responsável por passar esse seguro desemprego para gente, “olhem por nós, pois dependemos desse dinheiro para comer, lembre-se senhores que nós pescadores também comemos para sobreviver”.

Colônia Z5 de barão de Melgaço

O jornal também esteve na Colônia Z-5 que é responsável por todos os pescadores da cidade Barão de Melgaço, ao entrevistar um dos funcionários da colônia não soube dizer a causa do atraso do pagamento de seguro-defeso.

 

 

 

Caso o atraso do pagamento continue o Jornal Tigresa Vip News irá se aprofundar mais no caso para saber o motivo do atraso, pois sabemos que esse ano foi um ano de transição governamental, mas agradecemos nossos leitores pela audiência, e se tiver qualquer notícia favor mandar no nosso portal de recebimento de notícias CLIQUE AQUI PARA MANDAR SUA NOTÍCIA.

DA REDAÇÃO: MICHAEL D. PESSATTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *